Discursos de Ódio etc… de coisas abomináveis por não trazerem nada de positivo para uma sociedade melhor, muito pelo contrário! Nem AQUI, NEM EM LADO ALGUM! Contra a conferência Neonazi do dia 10 de Agosto em Lisboa


Descobrete-te, Mexe-te e Faz Acontecer!
Qual é a tua verdadeira essência?
De que lado estás da Barricada?
Portugal é Racista?
Portugal é Fachista?
Portugal Apregoa Discursos de Ódio, Xenófebos etc….?
Portugal Pactua com Discursos Ódio e Populistas de Extrema Direita?

Esta resposta no meu entender deve ser dada nas RUAS e/ou Através da Assinatura e Partilha Desta Nossa Petição Entre Outras Acções que Visam Abominar Este e Todos os Outros Tipos de Iniciativas Similares!

Não Basta Ficarmos Pelas Palavras,
Precisamos de Acções Concretas Já!

10 AGOSTO 2019 Mobilização Nacional Antifascista
às 13:00 Praça Do Rossio
Praça D. Pedro IV, Lisboa

Aparece, Mobiliza!
Por ti, Por Mim, Por todos Nós!

Por Um Mundo Melhor Recheado de Amor e Solidariedade entre todos os demais seres vivos!

Conto contigo na Manif e caso ainda não tenhas assinado espero que assines esta petição!

Queremos e vamos fazer-nos ouvir no parlamento quer no sentido de travar esta iniciativa quer por outras que eventualmente possam vir a ocorrer!

A petição já conta com 8.990 assinaturas

https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=NoNazisOnOurStreets&fbclid=IwAR3Nqx2bIx_ylcroonPrWkU-J3idZEiZMPNbHJWkrhY7HcFjuz-RXOE05JU

@Tás Logado?                                                                                                                       Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

download

 

Empregos para o Clima

@Stcc,tás logado?
https://www.facebook.com/TasLogadoLx/

REPORT THIS AD

A CASA, DE TRABALHADORES PARA TRABALHADORES
JUNTA-TE A NÓS!

Juntos Na Luta

https://www.facebook.com/acasa2016/
http://www.acasaonline.pt/
casasindical2016@gmail.com

PARTILHA! DIVULGA! SINDICALIZA-TE!

stcc-logo

Podes continuar a Assinar a nossa Petição de Profissão de Desgaste Rápido
Já pensaste em Ser o/a Delegado/a Sindical Logado/a?
CLICKAQUI e Faz a Diferença Hoje!
https://goo.gl/IAJdiA

Boletim taslogado Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadores
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

Anúncios

Acampamento de Acção Contra Gás Fóssil e Pela Justiça Climática 17 de 21 de Julho 2019 Bajouca – Leiria  Em Julho o nosso login é no Camp In Gás! tás logado?


camp-in-gás

O Stcc, tás logado? apoia esta iniciativa e convida a toda a massa associativa, simpatizantes a divulgarem esta iniciativa e a estarem presentes na medida dos possíveis.

Em Julho o nosso login vai ser no Camp In Gás!

Acampamento de Acção contra Gás Fóssil e pela Justiça Climática

Aparece dia 17 a 21 de Julho Bajouca – Leiria

PORQUÊ ESTA INICIATIVA?

Porquê esta iniciativa?

Porque as nossas lutas são transversais e por um planeta habitável para todos os seres vivos!
Esta é uma luta tua, nossa de todos nós!

Camp in Gás
@campingas.pt
https://www.facebook.com/campingas.pt/

Camp-in-Gas

#táslogado
#Stcc
#justicaclimatica
#campingas

 

@Tás Logado?                                                                                                                       Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

download

 

Empregos para o Clima

@Stcc,tás logado?
https://www.facebook.com/TasLogadoLx/

REPORT THIS AD

A CASA, DE TRABALHADORES PARA TRABALHADORES
JUNTA-TE A NÓS!

Juntos Na Luta

https://www.facebook.com/acasa2016/
http://www.acasaonline.pt/
casasindical2016@gmail.com

PARTILHA! DIVULGA! SINDICALIZA-TE!

stcc-logo

Podes continuar a Assinar a nossa Petição de Profissão de Desgaste Rápido
Já pensaste em Ser o/a Delegado/a Sindical Logado/a?
CLICKAQUI e Faz a Diferença Hoje!
https://goo.gl/IAJdiA

Boletim taslogado Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadores
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

ORGULHO E PRECARIEDADE, Solidariedade logada #ORGULHO2019 Calendário LGBTI 2019


No mês do orgulho LGBT, em que vemos muitas empresas de Call-centers adoptarem a bandeira arco-íris, questionamos: empresas que praticam diariamente o assédio moral, a precariedade e os baixos salários têm moral para levantar a bandeira da igualdade?

Reproduzimos abaixo o testemunho de uma sócia do STCC sobre este tema.

Estamos na luta contra a LGBTfobia. Igualdade não rima com precariedade e emancipação não rima com exploração!

“Neste mês da 20ª Marcha do Orgulho LGBTQI+ de Lisboa eu posso muito bem dizer que o meu local de trabalho em quase tudo se assemelha à marcha: somos muitos lá dentro, temos balões e mensagens coloridas, há uma forte presença de parcerias empresariais, somos nós a mercadoria mas, no fim do dia, é a maneira que temos de sobreviver.

Os call centers, esses templos de empresas de trabalho temporário, os seus contratos extremamente precários e as suas dinâmicas absurdamente esgotantes emocionalmente compram a voz e o desgaste em poucas parcelas de quem não tem muitas outras saídas num mercado moldado à imagem e semelhança de uma sociedade profundamente racista, machista, xenófoba e lgbtfóbica.

Os call centers são, por excelência, um ambiente mascarado de pluralidade positiva porque, sabemos, onde mais poderia um trans negro trabalhar? Se a resposta mais plausível é “num lugar onde as pessoas que procuram o serviço não sejam confrontadas com a presença incómoda de uma pessoa que incomoda só por existir” ,então podemos perceber que toda a narrativa de aceitação é montada para nos fazer sentir e concluir que só podemos trabalhar ali, ou noutros lugares muito piores. E, só podendo trabalhar ali, torna-se muito mais fácil para a minha entidade patronal exigir o inatingível ou aplicar castigos sem necessidade de muitas explicações.

Neste mês da 20ª Marcha do Orgulho LGBTQI+ de Lisboa eu posso muito bem dizer que um sindicalismo de trabalhadores, com trabalhadores e para trabalhadores tem que saber que não somos todos iguais. Se é verdade que não é necessário ser-se lésbica para agir em defesa das lésbicas, também não é mentira que compreender de que maneira as empresas têm manipulado discursos progressistas e utilizado como arma de arremeço contra todas e todos nós seja um passo gigante para as nossas organizações.”

https://dezanove.pt/calendario-lgbt-2019-1227179

 

@Tás Logado?                                                                                                                       Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

download

 

Empregos para o Clima

@Stcc,tás logado?
https://www.facebook.com/TasLogadoLx/

REPORT THIS AD

A CASA, DE TRABALHADORES PARA TRABALHADORES
JUNTA-TE A NÓS!

Juntos Na Luta

https://www.facebook.com/acasa2016/
http://www.acasaonline.pt/
casasindical2016@gmail.com

PARTILHA! DIVULGA! SINDICALIZA-TE!

stcc-logo

Podes continuar a Assinar a nossa Petição de Profissão de Desgaste Rápido
Já pensaste em Ser o/a Delegado/a Sindical Logado/a?
CLICKAQUI e Faz a Diferença Hoje!
https://goo.gl/IAJdiA

Boletim taslogado Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadores
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

O @Stcc,tás logado? apoia esta greve Climática Estudantil do dia 24 de Maio de 2019 e apoiará todas as próximas Greves Climáticas organizadas pelos Estudantes! A Nossa Luta é Transversal! A Nossa Luta é Internacional! Estamos @Logados e tu?


 

Apoio à Greve Estudantil Mundial pelo Clima – 24 de Maio de 2019

Apoio à Greve Estudantil Mundial pelo Clima – 24 de Maio de 2019

Somos colectivos, associações e sindicatos empenhados na luta pela justiça climática.

Entusiasma-nos a nova onda de mobilização liderada por jovens que fazem greve às aulas para reivindicar um futuro e um planeta habitável.

Ecoamos as palavras da Greta Thunberg perante os líderes mundiais na última Cimeira do Clima da ONU:

Até que se comecem a focar no que precisa de ser feito, em vez de no que é politicamente possível, não haverá esperança. Não podemos resolver uma crise sem a tratar como uma crise. Precisamos de deixar os combustíveis fósseis no chão e precisamos de focar-nos na equidade. E se as soluções dentro deste sistema são impossíveis de encontrar, deveríamos talvez mudar o próprio sistema. Não viemos aqui para implorar aos líderes mundiais que se preocupem. Vocês ignoraram-nos no passado e vão ignorar-nos de novo. Já estamos cansados de desculpas e já estamos quase sem tempo. Viemos aqui para vos dizer que a mudança está a chegar, gostem dela, ou não. O verdadeiro poder pertence às pessoas.”

Aplaudimos a clareza e a determinação destas palavras. Solidarizamo-nos com as e os jovens que assumem esta causa como sua – porque ela é de todos – e que se unem para impedir os decisores políticos e económicos de queimar o nosso futuro.

Assumimos o compromisso de:

  • mobilizar os nossos recursos para ampliar as vozes da organização da greve,
  • divulgar a greve nas nossas redes,
  • disponibilizar os nossos materiais para uso livre pela organização da greve, e
  • dar visibilidade à liderança das organizadoras da Greve Climática Estudantil.

Se a greve ganhar a luta, ganhará a humanidade inteira.

No dia 24 de Maio, às 10h30, faz greve climática também e aparece na manifestação.

Mais informações: https://greveclimaestudantil.wixsite.com/greveclimaticapt

Subscrevem:

Academia Cidadã, Alentejo Litoral pelo Ambiente, Associação Portuguesa de Mulheres Juristas, Associação Vegetariana Portuguesa, CIDAC – Centro de Intervenção para o Desenvolvimento Amílcar Cabral, Circular Economy Portugal – CEP, Climate Save Movement Portugal, Climáximo, Coopérnico, Cultura no Muro, DiEM25 Portugal, Empregos para o Clima, Famalicão em Transição, Global Ecovillage Network, GAIA – Grupo de Acção e Intervenção Ambiental, GASNova – Grupo de Ação Social, Instituto Irradiando Luz, Linha Vermelha, Marcha do Orgulho do Porto, Movimento Contra Minas de Lítio na Beira Alta, Movimento do Centro contra a Exploração de Gás, Moving Cause, Espaço Musas, Núcleo do Ambiente FLUL, Parents For Future Portugal, Plantar Uma Árvore, Plataforma Algarve Livre de Petróleo, Pólen – Canal dos conflitos ambientais em Portugal, Porto sem OGM, Precários Inflexíveis, Projetos See-Mar, Rede para o Decrescimento, Reflorestar Portugal, Sindicato dos Trabalhadores de Call Center, SOS-Salvem o Surf, Stop Petróleo Vila de Bispo, Tamera, The Climate Reality Project em Portugal, Zero.

*

Mais organizações podem subscrever enviando um email para apoiogreve24maio [at] salvaroclima.pt .

Salvem o Planeta #Faz Pelo Clima Greve Climática Estudantil 15 de Março e 24 de Maio de 2019 Portugal Sindicato dos Trabalhadores de Call Center tás logado

http://salvaroclima.pt/

https://www.facebook.com/salvaroclimastoppetroleo

 

Salvem o Planeta #Faz Pelo Clima

Mais de 30 instituições juntam-se ao manifesto da jovem ativista Greta Thunberg

Mais de 30 instituições juntam-se ao manifesto da jovem ativista Greta Thunberg

Greve Climática Estudantil

Greve Climática Portugal

Próximos eventos:  https://www.facebook.com/pg/greveclimaticaestudantil/events/?ref=page_internal

 

Vossos Lucros Nosso Clima Greve Climática Estudantil 15 de Março de 2019 Lisboa Portugal Sindicato dos Trabalhadores de Call Center tás logado_3

Vossos Lucros Nosso Clima Greve Climática Estudantil 15 de Março de 2019 Lisboa Portugal Sindicato dos Trabalhadores de Call Center tás logado_2

 

Vossos Lucros Nosso Clima Greve Climática Estudantil 15 de Março de 2019 24 de Maio de 2019 Lisboa Portugal Sindicato dos Trabalhadores de Call Center tás logado

@Tás Logado?                                                                                                                       Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

download

 

Empregos para o Clima

@Stcc,tás logado?
https://www.facebook.com/TasLogadoLx/

A CASA, DE TRABALHADORES PARA TRABALHADORES
JUNTA-TE A NÓS!

Juntos Na Luta

https://www.facebook.com/acasa2016/
http://www.acasaonline.pt/
casasindical2016@gmail.com

PARTILHA! DIVULGA! SINDICALIZA-TE!

stcc-logo

Podes continuar a Assinar a nossa Petição de Profissão de Desgaste Rápido
Já pensaste em Ser o/a Delegado/a Sindical Logado/a?
CLICKAQUI e Faz a Diferença Hoje!
https://goo.gl/IAJdiA

Boletim taslogado Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadores
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

@Stcc, tás logado? Presente no 21 de Março Dia Internacional contra a Discriminação Racial


DIA INTERNACIONACIONAL DE LUTA PELA ELIMINAÇÃO DA DISCRIMINAÇÃO RACIAL
21 de Março – 18h00
Largo de São Domingos (Lisboa)
21 de Março Dia Internacional contra a Discriminação Racial

d_Dia-Internacional-contra-a-Discriminacao-Racial-21-Marco-900x506

Sharpeville 21st March 1960

 

Vamos para a RUA, não para pedir para mudanças mas sim para exigir mudanças!

Está na hora da igualdade étnico-racial fazer parte do projecto democrático português!

Para haver uma verdadeira inclusão há que existir um verdadeiro compromisso e uma vontade dos governos de verdade!

Afrodescendentes portugueses querem quotas de entrada para a Função Pública

Beatriz Dias e Danilo Moreira, ativistas de movimentos de afrodescendentes, reivindicam o reconhecimento do racismo em Portugal

Link da notícia: https://expresso.pt/dossies/diario/2019-03-20-Afrodescendentes-portugueses-querem-quotas-de-entrada-para-a-Funcao-Publica-1#gs.1uwxce

 

 

A 21 de Janeiro centenas de jovens, maioritariamente negros e vindos de vários pontos da Grande de Lisboa, manifestaram-se pacificamente contra a violência policial e o racismo. Desfilaram pela Avenida da Liberdade reagindo à divulgação das imagens de um ato de brutalidade policial cometido por agentes da PSP sobre moradores do Bairro da Jamaica, mas sabendo que tais atos não são exceção e os atingem diariamente. A PSP respondeu com mais brutalidade, a mesma que os seis jovens moradores da Cova da Moura haviam já experimentado às mãos dos agentes da esquadra de Alfragide em fevereiro de 2015. Perante estes acontecimentos, o Estado português revela dois pesos e duas medidas. Por um lado, se apressou a condenar quatro jovens detidos a 21 de janeiro por participação em motim e tentativa de agressão. Ao mesmo tempo, o Ministério Público deixou cair as acusações de racismo e tortura que pendiam sobre os agentes da esquadra de Alfragide, num julgamento que ainda não terminou. O Estado português vê nos seres humanos radicalizados uma ameaça à ordem pública que é preciso vigiar e reprimir permanentemente. As instituições perpetuam o racismo, quando fecham os olhos e não punem atuações policiais orientadas pelo racismo contra negros e ciganos.
Exigimos que as forças de segurança parem de entrar nos bairros para agredir, algemar e mostrar poder de forma gratuita sobre as populações, forjando provas e testemunhos para incriminar, enquanto alguns agentes se comportam como militares ocupantes e adotam medidas de exceção em tempo de paz. O Estado deve constituir inquéritos independentes, com membros das organizações antirracistas, que investiguem e ponham a descoberto estes crimes.

b_21 de Março Dia Internacional contra a Discriminação Racial

Apelamos a que se faça justiça aos que perderam a vida e que sejam punidos com penas efetivas aqueles que abusam da violência. Não podemos deixar que a comunicação social nos retrate como criminosos, o poder público nos ignore como interlocutores e os tribunais continuem a sancionar estes acontecimentos.
Sabemos que as pessoas negras são afastadas dos escalões superiores do ensino, empurradas para casas sem condições de habitabilidade e atirados para os empregos mais precários e com mais baixos salários ou para o desemprego. Este cenário de injustiça social é agravado quando se fala da mulher negra, sujeita a condições de trabalho duríssimas e a um conjunto de opressões que a coloca numa posição particularmente vulnerável.

Em 45 anos de democracia, no quadro da responsabilidade governativa e parlamentar, enquanto os partidos de direita foram aprovando legislação que nunca rompeu com a estrutura colonial e racista da sociedade portuguesa, os partidos de esquerda não deram centralidade política e programática à questão racial. O atual Governo não aprovou medidas eficazes de combate à discriminação racial. Queremos combate sério e medidas afirmativas contra a invisibilização exploração laboral de africanas e afrodescendentes.
São estas as razões por que lutamos neste 21 de Março, o dia em que se assinala o massacre de Sharpeville cometido em 1960 pela polícia do regime racista da África do Sul sobre a população negra daquele bairro.

Quando ir ao shopping em grupo é um “meet”, correr na praia é um “arrastão”, ir a uma esquadra uma invasão e manifestar-se livre e civicamente na Avenida da liberdade um “motim”, estaremos na rua, em protesto, contra o racismo de Estado e contra a impunidade.

Apelamos à participação de todas e todos na concentração de 21 de março a partir das 18 horas no Rossio. Não deixes que este 21 de março passe em branco!

c_21 de Março Dia Internacional contra a Discriminação Racial

Organizações envolvidas:

-Associação Iniciativa Jovem                          https://www.facebook.com/associacao.iniciativajovem/

Associação Iniciativa Jovem

-Consciência Negra
https://www.facebook.com/lutanegra/

Consciência Negra

-CAIP – Coletivo de Ação Imigrante e Periférica
https://www.facebook.com/CAIPLisboa/

CAIP - Coletivo de Ação Imigrante e Periférica

-Djass – Associação de Afrodescendentes
https://www.facebook.com/associacao.djass/

Djass - Associação de Afrodescendentes

-Femafro
https://www.facebook.com/femafroportugal/

Femafro

-Panteras Rosa
https://www.facebook.com/Panteras-Rosa-167629923258311/

Panteras Rosa

-SOS Racismo
https://www.facebook.com/sos.rac/

SOS Racismo

-Em Luta
https://www.facebook.com/jornalemluta/

Em Luta

-Movimento Alternativa Socialista
https://www.facebook.com/MovimentoAlternativaSocialista/

Movimento Alternativa Socialista

-Socialismo Revolucionário – CIT Portugal
https://www.facebook.com/socialismorevolucionariocit/

Socialismo Revolucionário - CIT Portugal

-@Tás Logado?                                                                                                                       Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

download

 

Empregos para o Clima

@Stcc,tás logado?
https://www.facebook.com/TasLogadoLx/

A CASA, DE TRABALHADORES PARA TRABALHADORES
JUNTA-TE A NÓS!

Juntos Na Luta

https://www.facebook.com/acasa2016/
http://www.acasaonline.pt/
casasindical2016@gmail.com

PARTILHA! DIVULGA! SINDICALIZA-TE!

stcc-logo

Podes continuar a Assinar a nossa Petição de Profissão de Desgaste Rápido
Já pensaste em Ser o/a Delegado/a Sindical Logado/a?
CLICKAQUI e Faz a Diferença Hoje!
https://goo.gl/IAJdiA

Boletim taslogado Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadores
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

@tás logado? nesta Greve? Nós estamos! O Stcc apoia a GREVE CLIMÁTICA ESTUDANTIL (Internacional) 15 DE MARÇO – 10:30H Sai à Rua, Faz-te Ouvir Hoje e Sempre, Para Que o Amanhã Não Seja Tarde Demais!


Missão
Com esta greve estudantil, em que todos podem participar e juntar-se a nós, pretendemos chamar à atenção do governo para a crise climática e exigimos que a sua resolução seja feita prioridade.

AVEIRO, AROUCA, BARCELOS, BRAGA, CHAVES, COIMBRA, COVILHÃ, ÉVORA, FAIAL, FARO, FORNOS DE ALGODRES, FLORES, FUNCHAL, LEIRIA, LISBOA, OURÉM, PORTALEGRE, PORTO, REGUENGOS DE MONSARAZ, SANTARÉM, SANTA MARIA, SETÚBAL, TOMAR, TORRES VEDRAS, VIANA DO CASTELO, VILA REAL

#SchoolStrike4ClimatePT
#fazpeloclima

 

Empregos para o Clima

@Stcc,tás logado?
https://www.facebook.com/TasLogadoLx/

A CASA, DE TRABALHADORES PARA TRABALHADORES
JUNTA-TE A NÓS!

Juntos Na Luta

https://www.facebook.com/acasa2016/
http://www.acasaonline.pt/
casasindical2016@gmail.com

PARTILHA! DIVULGA! SINDICALIZA-TE!

stcc-logo

Podes continuar a Assinar a nossa Petição de Profissão de Desgaste Rápido
Já pensaste em Ser o/a Delegado/a Sindical Logado/a?
CLICKAQUI e Faz a Diferença Hoje!
https://goo.gl/IAJdiA

Boletim taslogado Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadores
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

Vem à Marcha do Dia da Mulher com o STCC, tás logado? Estamos todos convocados!


 

Greve 8 de Março

VEM À MARCHA DO DIA INTERNACIONAL DA MULHER TRABALHADORA COM O STCC, tás logado?

RUMO À GREVE DE 8 DE MARÇO

PONTO DE ENCONTRO: Terreiro do Paço, em frente ao Arco da Rua Augusta, do outro lado da rua.

O STCC emitiu pré-aviso de Greve que abrange todas/os as/os trabalhadoras/es de cal-center. Em baixo pode ser lido o pré-aviso:

Pré-Aviso de Greve para o dia 8 de Março de 2019,
dia Internacional da Mulher Trabalhadora

Ao Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social;
Aos Governos Regionais da Madeira e Açores;
A todas as Associações Patronais e Empresas abrangidas pelo âmbito do STCC;

As mulheres, por todo o mundo, continuam a sofrer índices de desigualdade atrozes. Em Portugal não é diferente: somos dos países da União Europeia onde a desigualdade salarial entre homens e mulheres é maior, 15,8%. Dizem-nos as estatísticas que as mulheres fazem, em média mais 1h45 de trabalho em casa que os homens, o que significa mais 3 meses de trabalho não remunerado por ano. Na ausência de políticas públicas que façam com que o Estado se encarregue de uma educação para a igualdade de género e, igualmente, de serviços públicos, como creches, berçários ou lares, só daqui a 180 anos mulheres e homens irão ter as mesmas responsabilidades face aos cuidados domésticos, segundo indicam estudos recentes.

Esta realidade atinge principalmente as mulheres trabalhadoras, que são a maioria da força de trabalho em Portugal. Elas são quem mais sofre com o assédio moral e laboral, assim como com os horários exaustivos, a precariedade e os baixos salários. São elas que são perseguidas e despedidas por engravidar ou por faltar para cuidar da família. Essa realidade não é alheia ao número brutal de 13 mulheres já assassinadas este ano apenas por serem mulheres. A falta de salários dignos, direitos sociais e laborais encurrala milhares de trabalhadoras em relações abusivas, com resultados trágicos. O Estado, o Governo e as Entidades Patronais devem, por isso, ser também responsabilizados.

Nos call-centers não é diferente. As Entidades Patronais tratam todos os trabalhadores como números, como seres dispensáveis, e são as mulheres quem mais sofre. O Assédio Moral é a norma nos call-centers e sobre as mulheres é brutal, causador de depressões e burn-out. Os ritmos e horários de trabalho, assim como os cortes na remuneração variável quando são dadas faltas por apoio à família, tornam a vida de milhares de operadoras de call-center penosa. Nos call-centers, as trabalhadoras ainda receiam engravidar, por medo do despedimento.

Por isso, o STCC adere à Greve Internacional convocada para o dia Internacional da Mulher Trabalhadora e convoca a greve no sector dos call-centers para o dia 8 de Março entre as 00h e as 24h. Estão abrangidas/os todas/os trabalhadoras/es que prestem serviço na área dos call-center e contact center, seja em funções de front-office, back-office e afins, tal como nas áreas administrativas, IT’s e afins, seja em regime de outsourcing ou outro.
– Pelo fim dos cortes na remuneração variável aquando de faltas para apoio à família;
– Pelo alargamento do número de faltas permitidas para apoio à família, sem perda de remuneração;
– Para que todas as empresas com mais de 200 trabalhadoras tenham creches junto ao local de trabalho, assim como cantinas, com refeições de qualidade a preços baixos;
– Por formação para chefias e trabalhadores sobre assédio moral e sexual, assim como a criação de mecanismos seguros de denúncia destes casos nos locais de trabalho;
– Por políticas públicas que diminuam o peso das tarefas domésticas sobre as trabalhadoras: investimento na saúde e educação, por uma rede de creches e berçários públicos, por apoio real às vítimas de violência de género;

Não prevemos que este pré-aviso implique interferência com a prestação de quaisquer serviços mínimos de satisfação de necessidades sociais indispensáveis, como previsto no artigo 537º do Código de Trabalho. Não obstante, a haver locais onde tal seja considerado necessário, tais serviços serão assegurados, na medida do que é exigido por lei.

8 de Março de 2019
17:30 – 20:30
Terreiro do Paço, 1100 Lisboa, Portugal

Evento: https://www.facebook.com/events/594428974302602/

 

 

Concentração TP Setúbal 8 M – Dia da Internacional da Mulher

Concentração TP Setúbal 8 M - Dia da Internacional da Mulher
08-03-2019
Das 12:00 – 14:00

Dia 8 de Março, dia internacional da Mulher Trabalhadora, o STCC colocou pré aviso de greve para todo o dia. Todos os trabalhadores de call center de todo o país estão abrangidos pelo pré aviso e podem vir participar na manifestação em Lisboa a partir das 17:30 que se inicia na Praça do Comércio. Adicionalmente, estaremos concentrados entre o meio dia e as 14 horas de dia 8 de Março, frente à Teleperformance de Setúbal para exigir o fim dos cortes nos prémios/comissões por faltas por apoio à família. Temos direito a ser mães e pais! Junta-te a nós, participa, traz um amigo e faz-te ouvir!

Evento: https://www.facebook.com/events/331462960814319/

Trabalhadores de ‘call-centers’ fazem greve na sexta-feira em defesa da iguladade

Os trabalhadores dos centros de atendimento telefónico marcaram uma greve para sexta-feira, Dia Internacional da Mulher, por melhores condições de trabalho e pela promoção da igualdade, aderindo, assim, à Greve Internacional de Mulheres.

Sindicato dos Trabalhadores de Call-Center (STCC) emitiu o pré-aviso de greve para esta data, para abranger todos os trabalhadores do setor que queiram participar na ação de luta e nas manifestações que vão ocorrer em vários pontos do país.

“Marcámos esta paralisação porque consideramos que os motivos que estão na base da greve internacional não estão desligados das nossas queixas e das nossas reivindicações nos locais de trabalho”, disse à agência Lusa Rebeca Moore, do STCC.

Segundo a sindicalista, o STCC vai participar na manifestação de Lisboa da ‘greve feminista’ com faixas próprias, alusivas aos problemas do setor.

“Juntamo-nos assim ao poderoso movimento da Greve Internacional de Mulheres que, nos últimos anos, mobilizou milhões de trabalhadoras”, desde a Argentina à Polónia, desde os EUA a Espanha, afirmou o sindicato numa nota de imprensa.

Nas últimas semanas o STCC tem realizado reuniões nos locais de trabalho “com centenas de trabalhadores”, que manifestaram o seu apoio a esta iniciativa.

“Sentimos que as trabalhadoras dos ‘call-centers’ querem uma vida melhor e estão dispostas a lutar por ela”, disse Rebeca Moore.

No texto do pré-aviso de greve é referido que o assédio moral “é a norma nos ‘call-centers’ e sobre as mulheres é brutal, causador de depressões”.

Os ritmos e horários de trabalho, os cortes na remuneração variável por faltas por apoio à família, o medo de ser despedida em caso de gravidez, são outras das queixas apresentadas pelo sindicato, criado em 2014.

Este setor emprega cerca de 83.000 trabalhadores.

A Greve Internacional de Mulheres existe desde 2017, mas só este ano vai ter repercussão em Portugal.

O objetivo é defender os direitos das mulheres e combater a violência e as desigualdades.

Fonte: https://www.dn.pt/lusa/interior/trabalhadores-de-call-centers-fazem-greve-na-sexta-feira-em-defesa-da-iguladade-10650738.html?fbclid=IwAR0_VJ2tugTNWizTsTyTW-Jld2KIxaBjB9LEx52T_9arqwmX3OZ4AyVF-Mk

 
Sindicato dos call-centers faz pré-aviso de greve feminista

 
O STCC fez um pré-aviso para a greve feminista de dia 8 de Março, cujo manifesto foi apresentado pela rede 8 de Março. Estão abrangidas todas as pessoas que “prestem serviço na área dos call-center e contact center, seja em funções de front-office, back-office e afins, tal como nas áreas administrativas, IT’s e afins, seja em regime de outsourcing ou outro”.

Salientando que as mulheres “continuam a sofrer índices de desigualdade atrozes”, o STCC diz, num post de Facebook, que Portugal é “dos países da União Europeia onde a desigualdade salarial entre homens e mulheres é maior, 15,8%”.

Apresentando estatísticas que apontam para um acréscimo diário de 1h45 de trabalho em casa, “o que significa mais 3 meses de trabalho não remunerado por ano”, o STT afirma que “Na ausência de políticas públicas que façam com que o Estado se encarregue de uma educação para a igualdade de género e, igualmente, de serviços públicos, como creches, berçários ou lares, só daqui a 180 anos mulheres e homens irão ter as mesmas responsabilidades face aos cuidados domésticos, segundo indicam estudos recentes”.

De acordo com o STCC, “Esta realidade atinge principalmente as mulheres trabalhadoras, que são a maioria da força de trabalho em Portugal” e as mulheres “são quem mais sofre com o assédio moral e laboral, assim como com os horários exaustivos, a precariedade e os baixos salários” e “que são perseguidas e despedidas por engravidar ou por faltar para cuidar da família”. “Essa realidade não é alheia ao número brutal de 13 mulheres já assassinadas este ano apenas por serem mulheres. A falta de salários dignos, direitos sociais e laborais encurrala milhares de trabalhadoras em relações abusivas, com resultados trágicos. O Estado, o Governo e as Entidades Patronais devem, por isso, ser também responsabilizados.”, pode ler-se no comunicado, que afirma ainda que nos “call-centers, as trabalhadoras ainda receiam engravidar, por medo do despedimento”.

Por estes motivos, o STCC afirma que adere à greve internacional convocada para o dia 8 de Março. Estão abrangidas todas as pessoas que “prestem serviço na área dos call-center e contact center, seja em funções de front-office, back-office e afins, tal como nas áreas administrativas, IT’s e afins, seja em regime de outsourcing ou outro”.

O objetivo é conseguir o fim dos cortes na remuneração variável aquando de faltas para apoio à família, o alargamento do número de faltas permitidas para apoio à família, sem perda de remuneração, a formação para chefias e trabalhadores sobre assédio moral e sexual e a criação de mecanismos seguros de denúncia destes casos nos locais de trabalho, o investimento na saúde e na educação, a criação uma rede de creches e berçários públicos, o apoio real às vítimas de violência de género.

Evento: https://www.esquerda.net/artigo/sindicato-dos-call-centers-faz-pre-aviso-de-greve-feminista/59860?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook&fbclid=IwAR3BsJq53DsIdpNThz_FPzZiEFM6bV8knBFE155Ft2hzFi4vZpVk6cEZDAs

Empregos para o Clima

@Stcc,tás logado?
https://www.facebook.com/TasLogadoLx/

A CASA, DE TRABALHADORES PARA TRABALHADORES
JUNTA-TE A NÓS!

Juntos Na Luta

https://www.facebook.com/acasa2016/
http://www.acasaonline.pt/
casasindical2016@gmail.com

PARTILHA! DIVULGA! SINDICALIZA-TE!

stcc-logo

Podes continuar a Assinar a nossa Petição de Profissão de Desgaste Rápido
Já pensaste em Ser o/a Delegado/a Sindical Logado/a?
CLICKAQUI e Faz a Diferença Hoje!
https://goo.gl/IAJdiA

Boletim taslogado Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadores
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.