A 1 CLICK DE DISTANCIA MEGA RAVE FORMATIVA 24 HORAS SEM PARAR … NON STOP! – 5 OUTUBRO 2015


MEGA RAVE FORMATIVA 24 HORAS SEM PARAR … NON STOP!

A 1 CLICK DE DISTANCIA MEGA RAVE FORMATIVA 24 HORAS SEM PARAR … NON STOP! – 5 OUTUBRO 2015

1º aniversário do Projecto Formar Portugal…

CONTRIBUI, USUFRUI E PARTILHA COM OS TEUS AMIGOS! FAZ CHEGAR MAIS LONGE!

clickA 1 CLICK DE DISTANCIA

MEGA RAVE FORMATIVA 24 HORAS SEM PARAR … NON STOP! – 5 OUTUBRO 2015alfred-hitchcock-silence

O Grande Dia! 5 de Outubro, 2015

Festa!
Mega Rave

Formar Portugal e o Mundo
Promoção do ensino essencialmente gratuito / financiado

FPM mae-terraSerão efectuadas 24 Publicações Formativas On-line, Presencial etc…1 por hora!

  • Se apoias o nosso projecto coloca gosto na nossa página

https://www.facebook.com/FormarPortugaleoMundo

Contribui, Usufrui e Partilha com os teus amigos! Faz chegar mais longe!

FPM mapa-de-portugal

  • O Objectivo desta projecto é dar o contributo através de divulgação/promoção de formações, workshop´s essencialmente gratuitas etc. gerando o aumento da escolaridade como forma de melhoria da qualidade de vida através das oportunidades adjacentes à formação de cada indivíduo.
  • Reduzir o abandono escolar
    Aumentar o grau de escolaridade e especialização
    Apostar na requalificação profissional
    Formação ao longo da Vida

Campanha Vitalícia de Recolha de Material Escolar
Apoia a Divulgação da nossa Campanha Maravilha!

Objectivos:
Reduzir o desperdício, Reutilizar o material escolar para que este possa ser utilizado por terceiros seja a nível nacional seja a nível internacional.

Apoiar famílias carênciadas, escolas, bibliotecas etc.
Contribuir para um mundo mais instruído e de forma sustentável!
Reaproveitar à escala Mundial!
sustentabilidade-formar-portugal-e-o-mundo
Torna-te o Nosso Ajudante do Dia!

Entre-ajuda ao Rubro!
Ajuda-nos a ajudar!
Faz a diferença!

Fazer chegar a formação a todo o lado em todo o mundo a qualquer hora!
Contacta-nos!

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/m_campanha-vitalicia-de-recolha-de-material-escolar/

Formar Portugal e o Mundo e globo terraFormar Portugal e o Mundo

Caminhamos a teu lado, Crescemos Contigo!

FPM

https://formarportugaleomundo.wordpress.com/formar-portugal-e-o-mundo

Anúncios

Direito ao Voto! Legislativas2015!


Declaração Universal dos Direitos Humanos
(devo destacar a data: 1948)

constituicao2

Direito ao Voto

votoobrigatorio

Artigo 21.º
Toda a pessoa tem o direito de tomar parte na direcção dos negócios públicos do seu país, quer directamente, quer por intermédio de representantes livremente escolhidos.
Toda a pessoa tem direito de acesso, em condições de igualdade, às funções públicas do seu país.
A vontade do povo é o fundamento da autoridade dos poderes públicos; e deve exprimir–se através de eleições honestas a realizar periodicamente por sufrágio universal e igual, com voto secreto ou segundo processo equivalente que salvaguarde a liberdade de voto.

O-voto-é-um-direito-um-dever-um-exercício

Watch video button
Watch video button

http://www.legislativas2015.pt/

direitos_humanos_ziraldo1

Movimento Nacional das Forças Logadas

declaracao-universal-dos-direitos-humanos

facebook Movimento Nacional das Forças Logadashttps://www.facebook.com/movimentonacionaldasforcaslogadas

gmais Movimento Nacional das Forças Logadashttps://plus.google.com/u/0/communities/103477489472952036194

boneco_eleitor

Print

táslogado

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadoras
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

Dono da PT Portugal não gosta de pagar salários altos. “Pago o menos possível”


Cá entre Nós é desta forma que se motiva e se premeia o bom desempenho do colaborador!

Altice Pt 1

Patrick Drahi quer reduzir salários inflacionados de executivos. A Altice, dona da PT, está a fazer compras no mercado americano.

O principal dono da Altice, empresa que comprou a PT Portugal, assumiu na quinta-feira passada numa conferência de imprensa nos Estados Unidos que não gosta de pagar salários altos. “Pago o menos que posso”, afirmou Patrick Drahi, franco-israelita.

O comentário surgiu quando Drahi falava da mais recente aquisição da Altice, a norte-americana Cablevision, na qual há pessoas “muito bem pagas”, com salários anuais superiores a 300 mil dólares (mais de 250 mil euros). “Não gosto de pagar salários”, disse Drahi na conferência de imprensa, referindo-se a esses executivos, de acordo com a agência Reuters.

Ao Jornal de Negócios, o sindicalista Jorge Felix, do sindicato dos trabalhadores da PT (STPT), manifestou preocupação com a mentalidade assumida por Drahi.

Mas “até à data nada nesse sentido foi feito pela nova administração, ou houve qualquer indicação que assim pensasse”, admitiu o dirigente sindical. De acordo com Jorge Felix, a Altice comprometeu-se a “respeitar os princípios contratuais em vigor, nomeadamente os valores salariais”.

táslogado

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadoras
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

Cortes no outsourcing da PT ameaçam 6 mil funcionários


Altice PT

A PT Portugal está a traçar um perfil dos seus 11 mil trabalhadores. Quer saber o que fazem, que formação têm e se estão disponíveis para mudar de função e de área geográfica. Um dos objetivos é passar a fazer dentro uma boa parte dos serviços que estão a ser prestados por empresas externas em outsourcing.

A PT Portugal está a mapear todos os seus trabalhadores. É um processo que está a avançar com urgência e que é denominado ‘Projeto Valor’. A francesa Altice, nova dona da PT Portugal, tem pressa em conhecer o perfil dos seus investidores. O inquérito, uma espécie de autoavaliação, foi disponibilizado aos trabalhadores a 10 de agosto, quando uma grande parte deles está em período de férias, e tem de estar concluído no final de setembro.

A pressão para que o processo avance rapidamente é grande e semeou desconfiança entre alguns trabalhadores. Também causou alguma surpresa o facto de a PT Portugal, uma empresa que tem um relevante departamento de recursos humanos, desconhecer o perfil dos seus trabalhadores.

Mais informações em: http://expresso.sapo.pt/dossies/diario/2015-08-21-Cortes-no-outsourcing-da-PT-ameacam-6-mil-funcionarios

 

táslogado

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadoras
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

Um quinto dos trabalhadores em Portugal são precários, mais 50% do que em 1986


Trabalhadores precários
Três décadas depois da adesão de Portugal à CEE, o número de trabalhadores dependentes aumentou, mas a ligação à entidade patronal tornou-se mais precária e, em 2013, um em cada cinco assalariados eram contratados a prazo.

O desenvolvimento do mercado de trabalho tem sido marcado pela crescente relevância do trabalho assalariado, cujo peso no total de emprego aumentou, entre 1986 e 2013, de 69% para 78%”, indica o estudo “Três Décadas de Portugal Europeu: Balanço e perspectivas”, coordenado por Augusto Mateus

O trabalho, encomendado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos e que vai ser hoje apresentado revela que o trabalho dependente tem sido impulsionado pela contracção a prazo: Em 2013 mais de 700 mil trabalhadores estavam contratados a prazo, ou seja 21% do total dos assalariados, traduzindo-se num crescimento de 50% face a 1986 e tornando Portugal no terceiro Estado-membro onde os contratos a termo têm maior peso, apenas atrás de Espanha e Polónia.

O relatório adianta que a evolução da legislação laboral tem agravado “o diferencial de protecção entre contratos a prazo e contratos permanentes”, sublinhando que “os esforços no sentido de reduzir a rigidez das relações laborais têm incidido sobretudo sobre os contratos a prazo, mantendo-se um elevado nível de protecção entre contratados sem termo”.

Na comparação com outros Estados-membros tornam-se mais evidentes as distorções da legislação laboral portuguesa: os custos financeiros e processuais para despedir um trabalhador com vínculo permanente são dos mais elevados, enquanto o custo associado ao despedimento colectivo é dos mais baixos da Europa.

A evolução no mundo laboral caracterizou-se também por uma significativa redução do horário de trabalho. Em 2013, cada português empregado trabalhava, em média, 39 horas por semana, menos cinco que em 1986, mas nos últimos anos a tendência é de aumento das horas trabalhadas, “induzido pela degradação do mercado de trabalho e pelas alterações legislativas ao nível do sector público”.

Entre os parceiros europeus, Portugal destaca-se igualmente pela reduzida disparidade de horário laboral entre géneros.

Em 2013, os homens trabalhavam em média mais três horas do que as mulheres, menos de metade do diferencial europeu e em contraste com a situação verificada na Holanda, Reino ou Alemanha, em que a diferença é superior a nove horas.

Segundo o estudo, “um dos principais factores que explica esta discrepância é a incidência do trabalho a tempo parcial, mais acentuada entre o sexo feminino e sobretudo nos Estados-membros com nível de vida mais elevado”.

O ritmo de crescimento da população empregada foi particularmente intenso até 2002, tendo sido criados 850 mil postos de trabalho. “A estagnação verificada ao longo da década de 2000 e a destruição líquida de 600 mil empregos entre 2008 e 2013 reverteram na totalidade a criação de emprego registada entre 1995 e 2002”, acrescenta o documento.

A construção, a agricultura e a indústria concentraram 80% da destruição de emprego, registando-se nestes sectores uma redução superior a 27%.

Entre 2008 e 2012, as verbas destinadas a subsídios de desemprego aumentaram 70%, com o número de beneficiários a passar de 450 mil para 650 mil indivíduos, mas outras prestações sociais, como o Rendimento Social de Inserção avançaram em caminho oposto.

A sua abrangência tem vindo a diminuir desde 2010, altura em que contava com 530 mil beneficiários, até aos 360 mil indivíduos em 2013, o valor mais baixo desde 1998.

Destaca-se igualmente o declínio das prestações substitutivas dos rendimentos profissionais por motivos de saúde e de invalidez, que diminuíram 40% entre 1990 e 2013. As prestações sociais por habitante em Portugal correspondem a 65% da média europeia, abaixo dos valores registados na Grécia ou em Espanha.

Portugal destina uma maior percentagem da riqueza nacional às prestações sociais por motivo de velhice, sobrevivência e desemprego, mas dedica menos 2% do PIB em prestações por motivo de doença e cuidados de saúde, enquanto o peso das prestações associadas à família e às crianças (1,2%) é cerca de metade do referencial europeu (2,2%).

Portugal é o quinto Estado-membro onde as contribuições sociais menos pesam no financiamento do sistema de protecção social, mas regista o terceiro maior contributo de outras receitas correntes, sobretudo fundos comunitários.

Fonte:
http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/um_quinto_dos_trabalhadores_em_portugal_sao_precarios_mais_50_do_que_em_1986.html

Petição tás logado stcc Movimento Nacional das Forças Logadas

Mais informações em sobre a nossa petição:

https://taslogado.wordpress.com/peticao-ajuda-a-tornar-esta-reivindicacao-uma-realidade-desde-ja/

táslogado

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadoras
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

Lista de Sites de Emprego


 Lista de Sites de Emprego

Sites de Emprego tás logado stcc Movimento Nacional das Forças Logadas

Sites com ofertas de emprego

Visita cada um dos sites abaixo e procura agora mesmo por emprego.

Contribui

táslogado

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadoras
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.