STCC/ tás ou tamos logados na imprensa! Uma boa matéria sobre o desgaste rápido do trabalho no call center.


 

“O ‘call center’ deu-me cabo da vida”

O que fazem não é reconhecido como profissão. Mas o trabalho em “call centers”, apesar de precário, não é mais ocasional; há quem o faça há décadas. Com que consequências na saúde? Muitas. E graves.

  • “Proibiam-nos de ir à casa de banho”
  • Síndrome de burnout: “O tratamento começa na chefia”
  • Mas quem são, afinal, os “donos disto tudo” nos call centers em Portugal?
  • O que há a fazer por uma profissão que não o é? Tudo
  • “Sim, sou precário. Mas prefiro sê-lo num call center do que na minha área. É menos humilhante”

 

  • “Quando se erra num call center é-se penalizado. Eu não estava com um pé dentro e um pé fora; eu tinha dois pés fora e nenhum dentro. Cheguei a ter que assinar um compromisso em como melhorava o meu rendimento. Se não melhorasse, era despedida com justa causa. Mas eu estava doente”                                                              Alice Caetano, ex-operadora de call center
  • “A precariedade é uma máquina trituradora de mentes sãs. O relógio está a contar desde o primeiro minuto em que se entra. É só uma questão de tempo — às vezes dias, às vezes meses ou anos — até se entrar em ‘burnout’ num call center”          Pedro Afonso, psiquiatra

 

  • “As empresas de trabalho temporário têm artimanhas para evitar ter trabalhadores efetivos. Quando é altura de passar um operador de call center à efetividade, não se renova o contrato, o trabalhador vai para casa duas semanas e volta a ser contratado depois”                                                                                                                         Danilo Moreira, presidente do Sindicato dos Trabalhador de Call Center

 

“É urgente reconhecer a existência deste setor de atividade. Os trabalhadores de ‘call center’ são vistos como meros assistentes. E não são. Mas também é preciso reconhecer na lei que esta é uma profissão de desgaste rápido, pelo esforço físico e mental a que os trabalhadores estão sujeitos”
Isabel Pires, deputada do Bloco de Esquerda e ex-operadora de “call center”
“Nos call centers há uma total ausência da figura da entidade patronal. Ninguém trabalha para a empresa para quem realmente trabalha. E este é um fenómeno que protege os empregadores e prejudica os trabalhadores. É uma situação perversa, a meu ver. Quantas pessoas do call center da PT é que trabalham realmente para a PT? Eu respondo-lhe: nenhuma”
João Carlos Louçã, sociólogo
  • “Sim, sou precário. Mas prefiro sê-lo num call center do que na minha área. É menos humilhante”                                                                                                                                              João, nome fictício, é lisboeta. Sempre sonhou ser arquiteto.

 

 

Nota: Toda a informação disponível no Jornal 

 logo

http://observador.pt/especiais/sindrome-burnout-call-center-deu-me-cabo-da-vida/

Reportagem de Tiago Palma

Tiago Palma

 

Assina já a nossa Petição de Profissão de Desgaste Rápido
Já pensaste em Ser o/a Delegado/a Sindical Logado/a?
CLICKAQUI e Faz a Diferença Hoje!
https://goo.gl/IAJdiA

 

táslogado

Sindicato dos Trabalhadores de Call Center

A Brincadeira acabou, o tás logado já chegou!

STCC
STCC, o nosso compromisso é regular todo o sector!
UMA SÓ VOZ
UM SÓ CAMINHO
O DA MELHORIA das nossas condições laborais.
A União dos Trabalhadores
extermina os Prevaricadoras
UNIDOS SOMOS MUITO MAIS FORTES.

Anúncios

Publicado por

Danilo tás logado?

Defensor dos Direitos Humanos dos quais um deles é o direito do trabalho, melhorar apenas um dos 30 direitos humanos já fará com que muitos dos restantes também sejam melhorados. Cidadania, Igualdade e Urbanidade para todos nós! Se temos deveres também temos direitos. Usufrui e partilha o tás logado com o Mundo! Faz chegar mais longe o poder da tua Voz! loga-te a nós! Sindicato dos Trabalhadores de Call Center http://www.stcc.pt/ https://taslogado.wordpress.com/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s